Só Contos

Apenas Mais um Arquivo de Palavras

A Mina

A mina

Por Lost Lenore

Cansa-me esta coisa de viver. A vida deveria ser umas férias do príncipio ao fim em vez de trabalhos pesados.

Imaginando a vida como uma mina, passo o tempo imersa na escuridão, apenas com uma luz ténue e baça a iluminar o meu trabalho, a escavar na pedra, minuto a minuto, hora a hora; picando a pedra na esperança de encontrar o filão principal em vez dos ocasionais laivos dourados.

Cansa-me esta coisa de respirar. Deve ser devido ao trabalho na mina e ao pó que respirei….e o ouro que encontrei, o pouco que consegui ter, gastei-o em coisas efémeras que perderam o brilho assim que viram a luz do sol.

Cansa-me esta coisa do bater do coração. Provavelmente é do esforço que envolve bater na pedra dia após dia, semana após semana…e isto sem contar os anos. Em cada batida ecoa o barulho da picareta na pedra, o barulho do frio, da dureza, da morte.

Cansa-me, que mais posso eu dizer? Que mais posso eu fazer se uns nasceram do pó e outros no pó?

Single Post Navigation

7 thoughts on “A Mina

  1. Pingback: A Mina | Contos e Crónicas | Scoop.it

  2. Ivani Medina on said:

    Lenore

    “A vida deveria ser umas férias do príncipio ao fim em vez de trabalhos pesados.” Adorei esta frase. Com toda certeza a vida é uma boa droga, que reinventamos para sobreviver. Aliás, a palavra trabalho deriva de “tripalium” um instrumento de tortura, pelo que vim saber.
    Parbéns.

  3. Sérgio Werneck de Figueiredo on said:

    Para um chão cascalhento, uma sandália. Para uma noite fria, um cobertor e companhia. Para o estresse, um bom papo com um amigo.
    Para a falta de dinheiro, um tanto de imaginação e outro tanto de simplicidade. Para a solidão, um longo olhar para as estrelas no infinito. Para a crise existencial, um DNA carregado de milhares de anos de subterfúgios. Para o dia a dia, ainda resta a tal da esperança…
    Enquanto houver contadores de estória, sempre haverá atiçamento de corpos e mentes. Alguns que dizem tê-las lavam suas almas, de rir, sonhar ou chorar.
    Assim, engana-se melhor o dia e deixa-se que ele também no engane…

  4. Olá Lenore, bom dia. Haverá o hábito de se dizer que nas farmácias há de tudo para tudo. Publicidade enganosa, quanto a mim. Não me estou a ver a entrar na farmácia aqui do bairro, pedir uma embalagem de reinvenção emocional e conseguir safar-me com essa. Gostei imenso do texto, obrigado. Um abraço.

  5. Obrigada pelas palavras🙂 São um belo inventivo para todos os contadores de histórias🙂

  6. As pessoas buscam sempre por melhorias ou deveriam buscar. Elas têm seus anseios, sonhos e frustrações. Um dia compensa o outro e assim vivemos. Quanto ao trabalho, ele dignifica, mas também cansa o homem né rss? E a vida continua entre altos e baixos sem que as pessoas queiram se ver livres dela.
    Gostei.
    Abraços.

    Sandra F.

  7. Amiga cade vc saudades….fuiiiiiii

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: